quinta-feira, 28 de junho de 2012

Vai e volta e meia, volta!

Sabe aquela pessoa que sempre volta?
Ou será que nunca se vai?
Todo mundo tem alguém assim.
Do tipo que vai, mas volta e meia, volta, volta e meia, vai...
Eu queria entender essa nossa mania de "Não te quero, mas não te largo"... porque, fala a verdade, vai dizer que você nunca fez isso? Nunca reapareceu praquela pessoa porque ela tinha que ser sua ainda... porque você queria sentir que tinha certo poder sobre ela. Poder do sentimento, poder da atração, que seja, mas a gente quer sempre o poder.
E daí vamos reaparecendo pras pessoas...
... e as pessoas reaparecem pra nós...
É pra dizer que "algo assim" nunca acaba? Será?
Que mania é essa nossa de não saber colocar pontos finais?
Mania de lembrar das coisas boas que você sentia... mania de lembrar os momentos mais legais... mania de querer aquela pessoa de volta, daquele jeito que ela era nos momentos legais... mania de te querer de volta, daquele jeito que você era nos momentos legais!
E que bobagem é essa quando é você que aceita de volta?
Esqueceu os porquês do fim?
Ou são os mesmos motivos de quem pede pra voltar?
Ir e voltar é bom, sim... confesso que já fui, já voltei e também já aceitei de volta...
Mas e quando você é quem está sofrendo com tudo isso? Vale a pena?
Vale a pena aceitar de volta uma pessoa nova só porque você se lembra de quem ela já foi um dia?
Será que já não chega de fantasiar demais em cima de uma pessoa só?
O novo pode ser melhor...
    ... às vezes! rsrs

Porque eu sei que é difícil largar...


Laís Prudente de Andrade
Junho/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário