quinta-feira, 24 de junho de 2010

Tudo d+!

Já teve a impressão de que todos os seus sentimentos estão descontrolados???
Às vezes eu acho q to sentindo d+ umas coisas e d- outras... Tem aquelas epocas que qualquer coisinha me afeta absurdamente... tanto pro lado bom quanto para o ruim! Explico: é ótimo qndo o q exarceba são os sentimentos bons... a alegria exagerada, o amor exagerado, tudo parece perfeito... Mas e qndo o q aumenta é a impaciencia, a ansiedade, o desespero, a carencia? E ainda tem aquela parte ruim da coisa boa: qndo vc vê q aquela alegria e aquele amor eram exagerados hauuhauhauhauh Nesse caso, cuidado com o efeito rebote também exagerado! Não vá sofrer em excesso só pq amou em excesso hein?!
Eu sou uma pessoa q vive bastante o presente... já falei em vários textos aki q amo meu passado absurdamente, mas acho q a mega importancia dele é por eu ter aproveitado bem aquele presente! O q acontece é q tudo acaba, tudo passa... bom ou ruim! Aproveitar o momento bom "exagerado" é a melhor coisa q podemos fazer, pq infelizmente vai passar... A luta é fazer ele voltar de novo em intervalos pequenos! Isso é o q eu tento fazer, eu posso estar extremamente triste agora, mas em 1 segundo consigo pensar em tantas coisas boas q meu astral melhora rapidinho! É claro q nem sempre isso é tão fácil, ou tão rápido... até pq sofrer é bom neh!? (Sofrendo a gente vê como é bom não sofrer!) E pra sofrer por menos tempo é importante ter em quem se apoiar: seus amigos, familiares, seu namorado, Deus, sei lá... o importante é vc ter a q se apegar, ter algo q te mostre rapidinho q vc é feliz!
E quanto aos sentimentos descontrolados... a questão aqui é q eles passam! Entao, aproveite o q for bom pra vc e sempre culpe os hormônios hahahaha!




Kisses for you, baby...

terça-feira, 22 de junho de 2010

O amor é eterno!

Casais perfeitos existem. Pelo menos por um tempo.
Porque o amor é eterno ao estilo Vinícius de Moraes:


Soneto do Amor Eterno

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes e com tal zelo, e sempre e tanto
que mesmo em face do maior encanto

dele se encante mais meu pensamento.


Quero vive-lo em cada vão momento
e em seu louvor hei de espalhar meu canto
e rir meu riso e derramar meu pranto

Ao seu pesar ou ao seu contentamento.


E assim quando mais tarde me procure
quem sabe a morte, angustia de quem vive
quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):


Que não seja imortal, posto que é chama

Mas que seja infinito enquanto dure.

Ame sempre que quiser. Não reprima o amor. Seja seu próprio par.
Sinta o amor em cada segundo que ele estiver em você. Saboreie.
AME A SI MESMO. E depois, AME + alguém!


Carpe diem!

*

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Memória

Tava pensando pq q a gente perde a memória...
Não lembramos nossa infância... só sabemos do q nos contam, do q vemos nas fotos...
Qndo velhos vamos esquecendo as coisas...
Amnésia alcóolica, amnésia por trauma psicológico...
Somos d certa forma configurados pra esquecer.
Td precisa ser relembrado... ou se perde em nossa mente.
O q não é uma coisa completamente ruim... é o tal do tempo q a gente sempre precisa pra se refazer... é a memória q nao queremos viva.
Mas e todas as coisas q a gente queria lembrar?
Concordo com uma amiga q disse q nossa vida deveria ser filmada... pra passar pra gente nos momentos finais... pq tem tantos detalhezinhos q vamos esquecendo e q são tao bons, nos fazem felizes... São os momentos q fazem a vida valer a pena.
Isso mesmo, os pequenos momentos é q fazem a vida valer... são aqueles pequenos segundos q valem muito. E a vida é tao cheia dessas pequenas coisas q não somos capazes d nos lembrar d todas...
Sabe aquele abraço q vc deu num amigo q não via há muito tempo? Sabe aquele olhar carinhoso da mãe? Aquela declaração inesperada? Aquele beijo? Aquela brincadeira com o pai? E as brincadeiras d infancia... roba bandeira, queimada, pique-esconde? E as farras da faculdade? Aquele tombo na balada? Aquela besteira que vc fez e q nao deu nada? E aquela q vc fez e deu muita coisa? E o dia q vc ganhou aquele brinquedo? A primeira vez q andou d bicicleta ?E isso, aquilo e bla bla blá?
Pois é... a gente esquece!
E o q a gente precisa é ser relembrado do q mais vale a pena.
Já q não da pra guardar td, tem q aproveitar todos os momentos pq eles são aquilo ali, aquela emoção momentânea, aquele PRESENTE e pronto!
E aí o q der pra ser guardado a gente guarda.

Renove sua memória!